Monday’s Morning Mirror #14 – Uma vida jurídica no meio de investigadores (ou o interesse da Silly Season)

Sim, eu sei. É terça-feira, a crónica até tem o Monday no título, mas os exames de fisiologia não contam com compromissos já previamente marcados. Assim, e sem mais demoras, vamos embora, que há boas séries ainda para ver…

E é disso que pretendo fazer. Nenhuma reflexão brilhante (ou talvez não) sobre GoT ou outra série interessante, mas um comentário a todos aqueles que olham para o calendário e vêem True Blood e mais nada. Primeiro, vocês são tristes, pessoas que só têm tal. Precisam de arranjar uma vida e não fumar tanto (PS: vocês não são todos assim, meus meninos de caninos grandes. Só parte que achou que o episódio foi bom), se faz favor. Deviam olhar e ver algo como Breaking Bad.

Mas sim, a Summer Season não tem interesse. Conta-se pelos dedos das mãos de um maneta (que são 5…pensem nisso) as séries que têm interesse. Primeira: Breaking Bad, a referida minha amada, que toda a gente devia ver nem que fosse para dizerem “F***, ISTO FOI BOM” mesmo enquanto forem virgens (para quem for…). Depois, temos a novata The Newsroom, que promete é muita. Sim, eu sei, séries de verão da HBO é mau agoiro, mas também True Blood teve uma boa primeira temporada. Se quiserem, temos Wilfred, que surpreendeu o ano transacto, e temos a novata Perception, que deve ser um divertimento engraçado. E, para acabar…

Temos Suits. E é a primeira referência que quero fazer. A série da USA, canal que tem séries de verão (completamente, devido ao seu conteúdo leve, fácil de entender e com acção, aprisionando o espectador que, no final, pensa “Que episódio inconsequente” mas volta na semana a seguir, porque divertiu (e uma série deve, no fundo, fazer tal…)) para encher meio mundo. E, depois, têm Suits.

Continuar a ler