Cemitério de Séries #6 – Médicos, Triatlo e pouco mais

Chega a certa altura do mês (não, não vou falar do ciclo menstrual) em que me ocorre qualquer coisa como “o post para o IP, oh bolas, só devo ter visto um episódio este mês”. Por alguma razão isto se chama o Cemitério de Séries.

No último mês, não vi só um episódio mas digamos que não ficou muito longe disso. Acabou a primeira temporada de Mindy Project! No último post falei na minha dedicação em esperar pelos episódios da Mindy e vê-los no dia a seguir. Mas para quem veio aqui parar de paraquedas, esta é a única série que me tem conseguido manter entretida. (E quando digo “entretida”, quero dizer, 20 minutos em frente ao portátil sem fazer multitasking e parar o episódio múltiplas vezes.)

Danny e Morgan, preparados para o triatlo

O final da temporada não foi desapontante, mas o melhor do último mês foi o antepenúltimo episódio que envolve uma maratona de triatlo com a equipa do consultório contra as midwives (os tipos dos partos zen) do consultório de cima.

Esta semana também vi mais um episódio de Parks and Recreation e fica-me a faltar um para terminar a 1a temporada (que tem 6 episódios). Qualquer coisa na série não me atrai o suficiente para já, mas a personagem da Leslie é daquelas de que ainda me devo lembrar daqui a 5 anos. No próximo mês estou em época de exames, mas vou fingir que os episódios de Parks & Rec são trabalho de preparação.

Dito isto, estou à procura de séries para ver com o meu irmão assim que entrar de férias. De preferência sem muito sangue (por minha causa) e com poucos casalinhos melosos (para nenhum de nós adormecer). Sugestões?

Upfronts 2013: NBC – Atirar ao ar e esperar que resulte (Act.)

logo-share

Depois de uma semana onde se soube praticamente todos os cancelamentos e renovações da temporada eis que chegamos ao momento de refrescar as grelhas e lançar as novas apostas. A NBC, em jeito de antecipação, fez saber na imprensa qual será a sua grelha para 2013/14 com muitas mudanças e muitas séries novas. O canal não está numa boa fase, com muitas das comédias que faziam a força do canal praticamente extintas e somente dois hits ligeiros na época passada, Revolution e Chicago Fire. Perante este cenário o canal limpou quase tudo e ficou somente com 7 séries e encomendou 14 séries novas. Vamos perceber como a NBC pretende organizar isto.

Nota – À medida que saiam os trailers, o post será actualizado

Continuar a ler

Codename: Expectativas

Olá e muito bem-vindos à minha quarta crónica aqui no Imagens Projectadas! Hoje introduzo séries novas e volto a falar daquela que não tem falhado qualquer crónica: The Walking Dead.

Hoje começo com Sherlock. Tenho adorado todas as séries britânicas que vejo, e Sherlock não é excepção. Com apenas seis episódios distribuídos por duas temporadas, Sherlock é uma série que coloca o famoso inspector (estou a falar de Sherlock Holmes, para aqueles que estão aluados) nos tempos modernos. A escolha de Benedict Cumberbatch para interpretar o excêntrico Holmes foi brilhante, assim como cada outro aspecto da série. Aconselho vivamente a toda a gente, principalmente àqueles que não apreciam séries muito extensivas.

Recentemente comecei também a ver Parks and Recreation. Vi a primeira temporada num instante, já que tem apenas seis episódios, mas não fiquei muito convencido. Se não me tivessem garantido que a série melhora imenso, provavelmente teria ficado pela primeira temporada.

Passemos agora ao desenvolvimento do título desta crónica: expectativas. As minhas expectativas relativamente à série Awake e ao final de The Walking Dead são grandes. Awake estreou na passada quinta-feira, dia 1 de Março (embora o episódio já andasse a vaguear pela internet há uns tempos) mas só nesta semana é que vou ter oportunidade de o ver. Achei a premissa da série muito interessante e várias opiniões que já li só me puseram mais expectante. Se calhar também estou assim porque estou familiarizado com o trabalho dos três actores principais. Em relação a The Walking Dead, tenho um gosto especial pela série e estou muito curioso em relação ao desenvolvimento da história nestes três últimos episódios. Ao passo que na primeira metade desta segunda temporada a história avançou muito devagar, na segunda metade a história tem dado passos de gigante, o que me agrada. Espero algo genial para a season finale.

Por fim, concluo dizendo que vou começar a ver uma série que, pelo feedback que tenho recebido, só posso supor que é épica. Na próxima crónica falo dela. Entretanto, podem ir tentando adivinhar qual é. E pronto, é tudo por hoje. Até ao próximo mês!