Roleta Russa: Quem os viu e quem os vê…

Ano novo, vida nova ou neste caso nova Fall Season, nova rubrica aqui no imagens. Desta vez resolvi criar uma rubrica com tema livre a Roleta Russa, basicamente o tema mensal irá variar consoante a disposição. Para iniciar a rubrica escolhi o tema: “Quem os viu e quem os vê…” . Aqui a ideia é explorar actores ou actrizes que aprendemos a gostar e que muitas vezes são a causa de vermos uma série, uns constituem uma agradável surpresa outros levam-nos a perguntar onde anda o brilho perdido.

Comecemos por Scott Porter, ou melhor o eterno Jason Street. Numa série recheada de estrelas desconhecidas mas nem por isso menos brilhantes, Scott Porter conseguiu brilhar e conquistar o meu coraçãozinho e ele é um dos motivos para actualmente seguir a série da CW Hart of Dixie. Mas o George de Hart of Dixie não chega aos calcanhares do Jason, personagem chata, sem sal e que apenas serve para formar um triângulo amoroso com Zoe e Wade. E digamos que perde 1000-0 com o seu oponente direto. Após uma temporada inteira Jason Street ainda não conseguiu pegar na personagem e mostrar o seu valor na série. Que saudades de Scott Porter!!!! Continuar a ler

The Moodys Effect #10 – 5 Séries, 5 Canais. O fim de uma era!

Há algo no final desta temporada que não podia deixar passar, não são as séries novas, não é o que foi renovado mas sim o que ficou marcado no tempo. Não foi um ano brilhante, não se pode dizer que houve grandes sucessos, não houve grandes surpresas no final da época. Mas este ano de 2012 marca de alguma forma o fim de uma era, coincidência ou não cinco séries canceladas (ou melhor terminadas) que nos deixam foram importantes marcos da última década, uns mais que outros é certo, mas todas elas deixarão memórias do que ainda de bom a tv nos ofereceu. Se o futuro trouxer os frutos do que agora nos deixa podemos dizer que não foi tempo perdido. Certamente muita gente se emocionou com os finais de House, Desperate Housewives e até Chuck e a tv é isto mesmo, feita de emoções e uma variedade enorme de géneros e aqui incluímos One Tree Hill e CSI Miami neste lote de despedidas. Cinco séries, cinco géneros, cinco finais, cinco canais o mesmo objetivo: fazer sonhar. E esta é a minha pequena homenagem a esta curiosa coincidência.

Continuar a ler

Diálise Dominical #5 – Ai quem me acode… só flops a boiar!

Sabem isto era suposto ser para dizer algumas notícias mas sinceramente esta semana passei-me com a tv americana, quer dizer há muito que ando a ver coisas que me fazem imensa confusão, sobretudo as estreias da mid season que mais parecem pedras de calçada atiradas a 200km/h contra uma parede de betão… faz mossa mas não parte. (digo eu, que nem sei onde fui buscar esta idiotice). Então olhemos para a trapalhada que foi a semana.

Continuar a ler