Diálise Dominical #12 – Game of Thrones e o episódio do ano; Pan Am, zombie e The Walking Dead; previews, previews e…mais previews

Depois da semana de The X-Files, ao qual muito agradeço as pessoas que participaram (depois talvez vos chateie para outra…vamos ver se há ideias), chegou a altura de voltar a normalidade no Imagens Projectadas. E para tal nada melhor que o regresso da Diálise Dominical, com as notícias minimamente frescas da semana que passou. E esta semana resume-se rapidamente…

VÍDEOS, VÍDEOS E MAIS VÍDEOS. Em caps para vocês perceberem o dramatismo que foi fazer esta semana a DD: é trailers a dar com um pau. Melhor coisa, para vos animar: Game of Thrones tem esta semana (hoje, mais propriamente) um episódio dedicado à minha pessoa, e a HBO lançou promos para satisfazer a curiosidade. Guerra é o mote, e aqui vai o que já saiu: um, dois e três. Falando em Game of Thrones, a série lançou a banda sonora no iTunes, e lá estava guardada algo que me punha o pito aos saltos (se o tivesse). Quando The National e GoT se juntam-se dá isto. É por em repeat.

Saltando para Fringe: a série acabou, mas para os fãs aqui fica um miminho – todas as aparições dos Observers durante as quatro temporadas. Quem não deverá voltar a aparecer é Seth Gabel, porque ficou no outro universo. Veremos…

Continuar a ler

Diálise Dominical #7 – Charlie Sheen, um drogado em Vicodin e explosões com Matt Bomer metido ao barulho

Não sei se é por a Guiné-Bissau andar a dar problemas, se o governo andar a fazer asneira atrás de asneira, ou porque as séries estão a chegar ao final, mas domingo após domingo as notícias encurtam. Não é por isso que não as trazemos…vão então movimentando o braço, enquanto o sangue passa pela máquina.

Começando por uma série cancelada, Matthew Perry vai ter uma nova comédia na NBC. Go On se chama. Pronto para trocadilhos como “Go Off”, entre outros, ou “Go NBC! Go!”, daquelas pessoas que ainda acreditam no canal zombie, que vai renascer.

Quem também vai para Off é House. A série vai para o final, mas continua acabada. É um paradoxo interessante ver uma série que está para acabar mas continua a encher chouriços como se não tivesse outras coisas para ***** ** ** (piada muito negra). Mas as notícias saem ao molho. Primeiro, Everybody Dies é o título para o final. Um uff grande, sff. Uma (má, ou que anda mal) série a morrer, com o regresso da personagem mais consciente da série, pelo qual a Cuddy não fará falta, segundo o Wilson. Que eu acho? Vai ser engonhar até ao final, e depois ter algo tão rápido, que nem vamos saber o que se passou…género o Charlie Sheen bêbedo, que acelera a ver uma prost…a mulher.

Continuar a ler