Anima-te! – Ranma 1/2

Olá fãs de séries, animes e afins. Antes de mais, peço desculpa pelo meu enorme atraso mas a falta de tempo não me permitiu escrever mais cedo, até porque também não tive tempo de pôr os meus animes em dia.
E como eu só faço maratonas quando tenho que estudar, fui à minha lista e tinha lá Ranma ½ , que eu já tinha começado a ver há montes de tempo, mas só agora me dediquei a sério.

497-1

Portanto, a história anda à volta de Ranma, um rapaz/rapariga. Calma, nada de transsexuais. Ranma é um estudante de artes marciais, tal como o seu pai, que foi treinar para a China mais precisamente para o campo Jusenkyo onde existem várias fontes amaldiçoadas. Ranma caiu numa delas transformando-se numa rapariga, e o seu pai num panda. E apenas quando são molhados com água quente voltam ao seu estado normal. Quando voltam para o Japão o seu pai diz-lhe que tem casamento marcado com uma rapariga que ele nunca viu. Acontece que, tal como ele, ela é perita em artes marciais.

Não há nada de triângulos amorosos chatos e clichés entre Ranma e Akane (a prometida de Ranma), é muito mais que isso, é quase um hexágono.  E o fixe na relação deles é que ambos são iguais e tem as atitudes mais nonsense do mundo, não só eles como também as outras personagens.
Ranma ½ é capaz e deixar uma pessoa com poker face durante um episódio todo porque o que está a acontecer é a cena mais estranha mas ao mesmo tempo  mais engraçada de sempre. E é exatamente por isso que eu gosto do anime.
Depois disto é normal acharem que o anime é todo lamechas e só em torno de eles os dois, mas não. Há imensas personagens e cada vez aparecem novas, muitas delas que também caíram num dos lagos amaldiçoado, tal como Ranma.
Se gostam de artes marciais este é o anime ideal, apesar de muitas se notarem, como é óbvio, que são pura ficção outras estão até bem feitas.

Na primeira e segunda temporada, que são aquelas que vi,  é importante ver o desenvolvimento da relação deles e isso nota-se nos pequenos detalhes e nas frases que eles dizem ao longo dos episódios. A simplicidade das personagens e o facto de serem todas tão parecidas a cada um de nós faz com que seja mais fácil gostar do anime.

No entanto, e se calhar vou dizer isto um pouco cedo visto que ainda não passei da segunda temporada, parece-me que o anime vai perder a piada. Visto que, desde o inicio, se sabe que o final é que eles os dois vão ficar juntos (é o que todos esperamos, pelo menos) é provável que seja complicado continuar uma história infinita sobre as dificuldades de eles gostarem um do outro apesar de o anime ter mais história, essa será sempre o conteúdo principal. Quero eu dizer que é capaz de se tornar cansativo, para quem está a ver, tantas irritações quando se sabe que o comum é eles ficarem juntos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s