Fall Season 2012: O que esperar? (Cristiano Maciel)

Olá a todos e a todas que vêem séries (porque assumo que se não as vêem, provavelmente estão aqui por engano… mas deixem-se estar, que isto é uma leitura agradável). Tal como os meus colegas têm feito durante esta semana, hoje trago-vos as minhas expectativas para essa época maravilhosa que é a Fall Season. Sem precisar de mais introduções, fica aqui a legenda:

Verde – Expectativas altas
Amarelo – Expectativas médias
Vermelho – Expectativas baixas
Cinzento – Mas o que é isto?

Se calhar teria feito isto por ordem alfabética, mas para seguir o exemplo do resto do pessoal, que venham primeiro os dramas.

Doctor Who: Doctor Who é a série das séries e sem dúvida a minha favorita. Pelo menos a minha série britânica favorita. Já foram transmitidos dois episódios que não desapontaram, mas as minhas expectativas continuam muito altas para o resto da temporada, para a forma como nos vamos despedir dos Ponds e, sobretudo, para a forma como a próxima companheira do Doutor vai ser introduzida na história depois daquilo que aconteceu no primeiro episódio.

Haven: Haven, que já devia ter a sua terceira temporada estreada, foi transferida para a Fall Season. Mau para nós que temos que esperar mais. Mau para mim que mantenho expectativas altas para esta refrescante série e para a forma como os mistérios sobrenaturais da cidade de Haven se vão continuar a deslindar.

Person of Interest: Gosto muito desta série, deste policial que é bem diferente dos outros. No entanto, o cliffhanger fraco apresentado no final da primeira temporada não me agradou particularmente. Espero ansiosamente pela estreia de Person of Interest, mas com expectativas não tão altas como em séries como Haven ou Homeland.

Homeland: Homeland foi, sem dúvida, uma das grandes surpresas da Fall Season de 2011, e para este ano a série promete ainda mais. Embora tenha medo que a série possa andar um bocado “para trás” por causa da intervenção médica que a Carrie fez, mantenho as minhas expectativas altas para a segunda temporada que aí vem.

The Walking Dead: Alguns podem já ter desistido da série, que prometeu mais do que aquilo que mostrou na segunda temporada, mas para mim continua a ser uma das minhas séries favoritas que vou acompanhar assiduamente. Esperemos então pelos próximos 16 episódios. A ver se a série surpreende com a introdução da prisão.

Fringe: Enormes expectativas para a última temporada de Fringe. Adoro a série e as personagens – e embora tenha gostado mais das duas primeiras temporadas – esta última promete muito e lá no fundo espero que não seja renovada assim como que por magia. Sei lá, dos EUA podemos esperar qualquer coisa.

Agora, as comédias.

Go On: Pelo que já vi, esta nova comédia de Matthew Perry é muito divertida e tem muito por onde fazer sucesso. Não é genial nem a inovação do século, mas promete muitos momentos divertidos. Esperemos que não tenha o mesmo fim do projecto falhado de Perry de 2011, Mr. Sunshine.

Parks and Recreation: Quando comecei a ver essa série, não percebi toda a atenção que ela recebia. Quatro temporadas mais tarde, compreendo completamente. É uma das minhas séries de comédia favoritas e mal posso esperar para saber o que espera a Leslie e companhia nesta quinta temporada.

How I Met Your Mother: Embora ainda sinta um enorme carisma pelas personagens, há que admitir que esta série está meio estagnada. Com episódios não tão divertidos como o eram, o prolongamento da revelação da mãe torna-se cansativo, mas a série vende, por isso é uma incógnita o quanto a série pode ser ainda mais esticada.

Community: Depois do despedimento de Dan Harmon, Community morreu um bocadinho, e embora alguns actores já nos tenham assegurado que a série continua tão boa como dantes, tenho um bocado de receio. Eu e a maior parte dos fãs, claro. Há mesmo quem diga até que Community não passa desta 4.ª temporada. Veremos.

The Big Bang Theory: Nunca foi uma das minhas séries favoritas, mas gosto de ver por causa de algum material geek que vão incluindo na série. Nunca prometeu muito, por isso nunca desiludiu… mas nunca foi genial. Talvez devesse ter adicionado uma legenda para “expectativas neutras”, que é o que mais caracteriza o meu sentimento pela nova temporada desta série.

Extras:
Não são só as séries mencionadas anteriormente que vou acompanhar nesta Fall Season. Para além de alguns dramas britânicos aos quais tenho estado atendo, outras três séries estão na minha mira. Já falei em Revolution na minha crónica de Junho, onde falei na palavra “desastre” – palavra que mantenho ainda agora. A opinião é unânime para quem já viu o piloto, por isso não sei se vai longe. A estrear também nesta Fall Season é Elementary, a versão americanizada de Sherlock Holmes… em que o John Watson é uma mulher. Pois. Não espero muita coisa desta série, não depois de ter visto Sherlock, a série britânica. Vou ler opiniões quando a série estrear e depois decido se vejo ou não, tal como também tenho planeado para a segunda temporada de Once Upon a Time. Ao contrário de muita gente, não fiquei encantado pela série. As histórias não me agradam assim tanto e o final do último episódio não me deixou a querer ver mais. Mais uma vez, vou ler opiniões e depois decido se continuo a ver ou não, mas o mais certo é que me fique por aqui.

E pronto, são estas as minhas expectativas para a tão aclamada Fall Season. Que venham as séries e as dezenas de episódios para nos alegrar!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s