Monday’s Morning Mirror #15 – Miscelânea, ou viagem ao mundo da USA Network, numa crónica patrocinada por Breaking Bad e HIMYM – Parte I

Ora bons dias, ou boas noites garotada. Tudo bem? Sim, eu sei que é terça, mas o estudo dos elastómeros não estica o tempo. Sim, ainda se estuda deste lado. É uma vergonha. Mas sigamos, que vocês não querem saber das desgraças da minha vida…ou querem?

Vamos para uma viagem deveras interessante pelo mundo televisivo americano? YEY! Desta vez, temos três temas para tratar. Começar pelo mais interessante, e também mais rápido:

  • Breaking Bad regressa, e demonstra de novo o porquê de ser a melhor série que estas córneas deficientes já assistiram. A série consegue ter diálogos brilhantes, mas é nos silêncios que eu mais a admiro. É a facilidade como a série monta e desmonta perigos, como o Bryan Cranston brilha, como o Aaron Paul não fica atrás. É ter das melhores personagens televisivas à sua frente. É mais uns quantos aspectos que faltam referir, mas não tenho tempo. Por isso, e para aqueles que não vêem, das duas uma: atiram-se da 25 de Abril ou começam a ver. Porque vocês estarem aí a falar de boas séries e depois verem The Vampire Diaries em vez de Breaking Bad é de fazer um cego ver.

Viram, que coisa bela que isto foi? Um tópico feito. Vamos para o segundo, que é o mau? Vamos embora:

  • HIMYM poderá ser renovada para uma nona temporada. Esse sim, é de todos irmos para a ponte 25 de Abril e tentar não entrar de chapa no rio Tejo. HIMYM é uma máquina de dinheiro, suportada por fãs cegos (e por fãs, como eu e a maioria das pessoas que conheço, que não o são, mas continuam a ver porque pensam “Isto tem de estar a acabar…”) que acham que o Barney estar numa série faz dela a melhor comédia do mundo. Já escrevi sobre isso, mas escrevi quando tinha quase a promessa que a série acabaria na 8ª temporada. A nona é mais do mesmo. É ver um paciente a sangrar do intestino (algo que pode não ser mortal) e tentar ir partir-lhe a cabeça com um bastão de basebol. Não se faz, para além de magoar. E, como espectador, eu várias vezes sofro com as cacetadas que há nas séries…HIMYM não tem sido diferente.

E pronto. Tratado da actualidade, vamos escrever sobre aquilo que primeiramente pensei, mas que foram interrompidos por estes temas. E vamos falar da USA, canal da cabo americana que se me tem surpreendido (e isto fica reservado para logo…é assim a vida).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s