Programas mortos #4 – O caso inexplicável do assassinato de Clínica Privada

Clínica Privada ainda não está morto, mas se for cancelado esta época é por motivos que se devem apenas à estupidez dos produtores.

Quando uma série tem um actor que cada vez que que lhe é dada a história principal do episódio consegue fazer mais pessoas mudar de canal que qualquer outro, faz todo o sentido que se dê o menos material possível a esse actor. Especialmente se o objectivo é manter a série no ar por mais uma temporada.

Pois em Clínica Privada à dita personagem são dadas repetidas oportunidades que conduzem a sistemáticas perdas de espectadores. Incluindo a história principal do primeiro episódio no novo horário. História que o departamento de publicidade se recusou a usar para promover episódio, tendo de usar apenas imagens dos últimos 5 minutos do episódio.

Resultado? A perda de espectadores durante o episódio foi maior que a devida à mudança de horário. A promoção trouxe a maioria das pessoas ao novo horário, foi o uso excessivo da dita personagem que os perdeu.

Quem é responsável visível pela possível morte de Clínica Privada? KaDee Strickland, a pior actriz da televisão americana. A criatura que faz qualquer um dos Morangos Com Açúcar parecer talentoso.

O espantoso é que isto não é a primeira vez que acontece. Quando teve a história principal de 2.12, perdeu 2.1 milhões de espectadores de uma metade para a outra. Recorde para o período das 10h apenas batido este ano, pela estreia de Smash. Quando teve a história principal na temporada 3, fez o segundo pior registo de perda a meio tempo da série e quando lhe foi dado o arco principal, 1 em 4 dos espectadores que viram o altamente promovido início do arco nunca voltaram para o segundo episódio do único arco a decorrer durante os sweeps.

O mistério é o que leva os produtores a ignorarem os números e continuarem a dar-lhe espaço quando é a responsável pelas maiores perdas de espectadores da série.

Será que Shonda Rhimes anda à duas temporadas a sabotar Clínica Privada para criar o espaço para a nova série que estreia nesse ano?

Na temporada 4 quando KaDee Strickland teve o arco principal, Shonda Rhimes, no twitter, esquecia-se que ainda tinha Clínica Privada, e só falava de Off The Map. Era óbvio o favoritismo.

Este ano disfarçou melhor, mas não deixa de ser suspeito que na altura em Clínica Privada precisava de audiências para permanecer na corrida, ela abandone abruptamente o único arco que alguma vez cresceu em audiências para a série, também. A única vez que Kate Walsh teve um arco de temporada só seu em vez de ser usada nos arcos de outros e para subir audiências durante os sweeps. Não contente em abandonar o arco abruptamente, introduz um arco com KaDee Strickland.

Clínica Privada, que no Outono fora a uníca série da ABC a subir em audiências, desceu abruptamente e imediatamente no segundo episódio do arco. Nem trazer Patrick Dempsey para um episódio consegui melhor que o quarto lugar entre os episódios da temporada com maiores audiências. É a única vez que um crossover com Anatomia de Grey não é um dos episódios mais vistos da temporada. E a culpa não é de Dempsey, é de ter demasiada KaDee Strickland no episódio.

Se isto não é o suficiente para por a pulga atrás da orelha do mais distraído, quanto às intenções de Shonda Rhimes, então a outra única explicação possível é que a senhora é completamente estúpida. Como não é disso que se trata, é evidente que se tratou de sabotar Clínica Privada para Scandal parecer melhor na estreia.

Algo que falhou. Scandal estreou com números inferiores aos piores episódios de Clínica Privada e piores que a estreia de GCB, apesar de beneficiar de ser precedida por uma série com melhor audiência na estreia. Pelo menos na estreia GCB conseguiu reter mais da audiência de Donas de Casa Desesperadas que Scandal da de Anatomia de Grey, conseguindo uma melhor estreia.

Mesmo quando Anatomia de Grey sobe para 3.2 A18-49, Scandal ao fazer apenas 2.0, não consegue atingir os valores mais baixos de audiências de Clínica Privada no mesmo horário. Das duas últimas vezes que Clínica Privada fez 2.1 nesse horário foi precedido de 3.0 e 3.1. Parece que até a retençã, tão frisada no comunicado para a imprensa da ABC para a estreia de Scandal, se vai tornando pior que a de Clínica Privada.

Teria a sua piada que para favorecer Scandal, tivesse matado Clínica Privada, para acabar sem nenhuma das duas e com Grey’s moribunda e eventualmente Gilded Lillys, que, para quem não sabe, pela sinopse, não é mais do a série britânica Duchess of Duke Street, transposta para New York.

Até porque parece que Paul Levy se prepara para fazer o que McPherson fez em 2005, uma limpeza geral do horário, ordenando 24 pilotos.12 comédias e 12 dramas. Não me surpreenderia nada que para o ano apenas voltassem, Anatomia de Grey para uma última temporada, Revenge, Once Upon A time e Castle do lado dos dramas. Modern Famíly, The Middle, Suburgatory e Last Man Standing do lado das comédias. Happy Endings e/ou Apt 23 poderiam eventualmente o mesmo tratamento dado a Cougar Town, renovação com 13 episódios para tapar eventuais buracos do horário. Assim como eventualmente poderão ser ordenados 13 episódios finais para Clínica Privada. Apenas 13 porque Kate Walsh é uma das actrizes mais bem pagas da televisão,

Neste cenário extremo vai precisar de 5 dramas e duas comédias, mas se assumirmos a possibilidade de expansão das horas de comédias para quinta das 8 às 9. Fica o número redondo de 4 novas comédias e 4 novos dramas.

Anúncios

One thought on “Programas mortos #4 – O caso inexplicável do assassinato de Clínica Privada

  1. De facto das duas primeiras temporadas que segui de Clinica Privada a Charlotte sempre foi uma personagem extremamente irritante e havia algo que me fazia não gostar daqueles arcos dela, sobretudo quando começou a ter mais presença na série. Portanto revejo aí muito do que dizes, uma série feita sobretudo para a Kate Walsh e que acabou por a colocar apenas como mediadora das trapalhadas dos outros personagens, ao menos em Greys anatomy apesar de tudo a Meredith sempre teve um foco principal, com mais ou menos destaque é certo, mas a série continua a ser sobre ela e os outros. Mas enfim, a unica forma da Shonda Rhymes ter outra série em antena é livrar-se de Clínica Privada, o pior é que provavelmente depois de Greys nunca mais vai fazer nada de relevante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s