TCN Blog Awards 2011: Quando as famílias são as vencedoras…(e a explicação da falta da review de GoT)

Antes de mais, digo-vos que o título é mentiroso. Primeiro ponto. Só para ver se vocês entravam no post enganados, achando que ia dizer que a cerimónia foi uma porcaria e que os vencedores injustos. Nada disso. Completamente o oposto. Mas antes de mais, vamos dizer duas ou três notas rápidas:

Primeiro, um parabéns (de novo) ao Miguel Reis, a revista Take e a toda a máquina por trás dos TCN Blog Awards, que devem dar um trabalhão a fazer, e que, como pude comprovar este ano, são excelentemente bem feitos. Depois um parabéns à dupla de apresentadores, o Manuel Reis e o Jorge Rodrigues. Terceira e última nota: que em 2012 o Imagens consiga arranjar um espacinho nas nomeações.

Dito isto, vamos falar do que interessa: dos vencedores. E claramente o TVD foi o grande vencedor da tarde. Já dei os parabéns, mas de novo volto a dar. Merecem. O TVD foi, sempre para este marmanjo, antes de mais um sítio sobre como aprender a escrever. E cada vez que abro uma review de lá (e abro várias, acreditem…), para além de ter uma análise do episódio, tenho sempre um lado lúdico da aprendizagem. Se escrevo razoavelmente, como por vezes pode parecer, é por pessoas como o ZB, como a Syrin, como o Miguel Ferreira, entre toda a equipa (refiro estes três, porque foram claramente os que mais me influenciaram), que escrevendo críticas demonstraram o que é fazer isso. Assim, e sendo o único blog totalmente português (que eu conheça) a escrever todos os dias sobre televisão, é um orgulho ver chegarem a uns prémios que, quer se queira quer não, é essencialmente virado para o cinema (não é uma crítica, mas é ver que nos (fantásticos) vídeos de apresentação não tínhamos nenhuma referência a séries, pelo que me lembro), e ganharem 80% dos prémios para que se encontravam nomeados. Demonstra que, mesmo sendo como o ZB disse, um concurso de popularidade, a TV tem tal, que leva a ganhar tantos prémios.

E agora vai a minha proposta para o Miguel, que espero que oiça: ou se cria uma categoria para a televisão, ou nós (aka TVD…mas como era o único representante de TV para além deles, e eu não gosto de estar sozinho, juntei-me ao grupo) continuamos a levar os prémios todos. Para além de haver uma disputa muito mais saudável, visto que é impossível estabelecer uma comparação justa entre blogs que retratam temas diferentes, permitiria duas coisas: primeiro que o meio televisivo fosse mais conhecido na blogosfera portuguesa (apesar de no Novo Blog, nas duas edições existentes, estar sempre um nomeado…e sim, aqui estou claramente a puxar a brasa à minha sardinha. Apesar de saber que o Imagens Projectadas não tem ainda qualidade para ser nomeado para melhor blog da TV, visto que ainda tem de crescer) e depois permitia ao cinema ver se ganhava algo.

Acho que não tenho mais nada a referir. Contra avós, tios, sobrinhos e afilhados, espero que os TCN Blog Awards 2012 sejam de novo um bom espectáculo, e onde esteja de novo presente…Por agora ficam os vencedores deste ano:

Acho que não me esqueci nem me enganei em ninguém…então aqui fica um até para o ano.

PS: Acho que já percebi o que a Syrin esteve a fazer com o 1.10 de Game of Thrones…esperou por 2012 para o lançar de forma a entrar já nos possíveis nomeados do próximo ano…

Anúncios

2 thoughts on “TCN Blog Awards 2011: Quando as famílias são as vencedoras…(e a explicação da falta da review de GoT)

  1. 😀
    Afilhado, para a próxima temos de falar mais, tens de vir com tempo. Ou então começamos a marcar um almoço para tv, a ver se inspiramos o pessoal. 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s