Semanada – 09/10 – 15/10

Como um bom pai que sou, ou espero ser (não se preocupem…ainda não tenho idade nem pretendo ter filhos por agora), a semanada chega sempre atrasada. Mas cá chega…de novo segunda, de novo a escrever-vos do comboio, vamos lá ver o que se passou nesta semana.

Verde – Melhora, Vermelho – Piora e o Azul – Mantêm-se

Dramas

Numa semana de transição, a estrela foi, como tinha sido nas semanas passadas, Breaking Bad. A série de Vince Gilligan e companhia teve uma temporada absolutamente extraordinária, e o final não ficou atrás. A série tem crescido, as personagens idem, mas o nível tem-se mantido. Visto que está perto da perfeição, esperemos que se mantenha por muito tempo.

Já com Dexter, não se pode dizer o mesmo. A série tem uma narrativa interessante, melhor, tem uma narrativa principal interessante, com vilões que deixam água na boca, mas depois tem as personagens secundárias perdidas na narrativa, desinteressantes e sem função. E quando uma série ocupa grande parte do seu tempo com estas, perde-se completamente. Aconteceu esta semana.

The Good Wife teve um episódio interessante, como tem sido a temporada, nada brilhante mas que prende. Eu não peço muito a TGW e ela dá-me. Por alguma razão é a primeira série que saco no domingo. Diverte, não é maçuda nem complica…eficaz.

Quanto a Pam Am, a série também diverte, mas mesmo assim teve um pior episódio em relação à semana passada. A série tentou focar-se numa personagem isso não permitiu que conseguisse ter uma narrativa tão forte. Espera-se mais da série, apesar das audiências não parecerem grande coisa.

Homeland não tem o problema de audiências, mas teve problemas narrativos. O problema da série deverá ser este: ao tentar colocar tanto secretismo na narrativa, não consegue dar-nos as pistas suficientes para continuarmos a gostar dela. Uma aposta mais clara no drama das personagens é o que tem sido tentado, mas elas ainda estão demasiado verdes para tal exploração. Pede-se equilíbrio nestes primeiros tempos.

Fringe é que não vai nos seus primeiros tempos, mas (aleluia) conseguiu dar o melhor episódio da temporada. O regresso de Peter é saudado, visto que a série estava a perder-se demasiado em casos fúteis e desinteressantes. Assim, pelo menos, temos algo interessante, que pode prender. Agora esperemos que as respostas não tardem, que as perguntas são muitas.

Continuando com séries de TV aberta, Terra Nova continua a piorar e não consegue prender. A série tem de perceber que a expectativa era alta e, por isso, meros casos que não dão nem para passar o tempo de forma interessante não interessam. Se continuar assim, será mais outro flop: muito esperada, e que pouco deu…

Por último, American Horror Story deu um episódio de novo esquisito. Eu, para falar-vos sinceramente, não consigo classificar a série. No meio do episódio tanto passo de “Eu vou deixar isto” até “Eu adoro isto”. Isto porque, não sendo grande fã de horror, a série não é claramente a minha praia…a luta continuará nos próximos episódios, sem saber o que fazer. Esperemos que a série me esclareça.

Comédias

Começando pelas segundas, e por How I Met Your Mother. A série dá-nos mais um razoável episódio mas, como o MMM vai dizer esta noite (sim, é esta noite) falta à série perder o medo que tem em construir a história de vida de Ted e dos seus amigos…e, assim sendo, a série perde grande parte do interesse.

Sem New Girl para comentar, siga-se para The Big Bang Theory, que conseguiu um episódio de novo interessante, mas de novo sem ser hilariante. À série também não se pede algo brilhante, mas pedia-se bem mais humor. Esperemos que lá se arranje tal.

Modern Family é que está a ter outra temporada de tirar o chapéu. Não tem sido perfeita, mas tem-me conquistado aos poucos após uma 2ª temporada bastante razoável. A série ainda não está de novo aos níveis da 1ª temporada, mas para lá caminha…e ainda bem.

Última, mas com o maior lugar de destaque: Community. O melhor episódio de comédia da Fall Season foi este último com larga margem. Community por vezes tem momentos de desatenção e perde-se um pouco, ficando aquém. Mas depois tira estes coelhos da cartola e dá-nos brilhantes episódios…Um desses exemplos está aqui. A roçar a perfeição.

O melhor

1º – Community/Breaking Bad

Cada um do seu lado, ambas as séries conseguiram dar episódios muitíssimos bons. Não consigo dizer quem foi melhor, devido à sua diferença. Por isso ficam as 2 com o primeiro lugar.

3º – Modern Family

Parece querer regressar aos bons tempos e isso agradece-se. Agora é saber se a série quer manter tal ritmo…esperemos.

O pior

Terra Nova

Mais um e vai embora. E já devia ter ido, pela qualidade que tem demonstrado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s