Emmy’s 2011 – É moderada merda ye’s 2011 – Drama

Emmy’s costumam significar prémios mais ou menos correctos. Sim, eu gosto mais dos Emmy’s que os Golden Globes, prémios que até são mais feios. Emmy’s tem aquele lado angelical, de alguém a segurar numa esfera (e o que não tem de anjo alguém segurar em esferas? Fica a pergunta no ar), como se o mundo fosse perfeito e tal e coisa. A verdade é que, como em qualquer prémio, não ficamos satisfeitos. E estes Emmy’s de satisfação tiveram a sua quota parte…mas vamos analisar isto com mais atenção.

(De referir que as opiniões irão de encontro ao que eu gosto e, como é óbvio, ao que vi. Logo poderão ficar boas séries de fora…ou poderão ficar más séries de fora também)

OUTSTANDING DRAMA

Boardwalk Empire
Dexter
Friday Night Lights
Game of Thrones
The Good Wife
Mad Men

Não podendo entrar Breaking Bad, uma lista fica logo comprometida. Podia ter entrado Treme, mas percebe-se. A falha da lista chama-se Dexter, o resto não está muito mau. Ou seja, saindo Dexter, podia entrar a enumerada Treme. Também se queixam muito que falta Fringe. Mas Justified merecia também, porque, apesar de não ter a temporada brilhante, teve uma bastante interessante. Ou Men of a Certain Age. Ou a esquecida também da Fox, mas que teve uma temporada interessante, The Chicago Code. E a afamada Shameless…E, para os esquecidos, temos Rubicon. No fundo, uma lista grande de séries que ficou de fora.

E, destas 7 referidas, Fringe estaria em 4. Sim, Dexter não merecia estar nomeado. Mas, por estes lados, Fringe também não. Retirava-se Dexter e entrava Shameless, seguida de Rubicon e, depois, Men of a Certain Age. Se tirassem The Good Wife (única série de TV Aberta) e entrasse Fringe, não havia grande problema. Mas não é caso para tal algazarra, por favor…

OUTSTANDING ACTRESS IN A DRAMA

Kathy Bates, Harry’s Law
Connie Britton, Friday Night Lights
Mireille Enos, The Killing
Mariska Hargitay, Law & Order: SVU
Julianna Margulies, The Good Wife
Elisabeth Moss, Mad Men

Antes de mais, um ponto prévio. Não vejo Harry’s Law e Law & Order. Por isso vamos retirar estas duas da equação, deixando espaços para duas novas entradas. Não tenho nada contra, mas não vou deixar monte de entulho a entupir a crítica, mesmo que o entulho seja bonito. E não estando a Gleen Close nomeada, é porque não poderia, fica o critério mais aberto. E aqui entrava Anna Torv, por exemplo? Vamos dizer que sim. A Anna cresceu bastante como actriz, mas diga-se que não teve um ano tão brilhante como as que vi. A questão é: do que vi não vejo muito mais gente. Elisabeth Moss é o normal, Julianna teve um ano ao seu nível, a Mireille teve um bom ano apesar da série e Connie é Connie. E no último ano tinha de estar nomeada…ou seja, não me choca nada que a Anna não esteja. Sim, é bem mais bonita que a Mariska. Mas se os critérios fossem esses, até a Olivia Wilde seria boa actriz. Já a Emmy Rossum…é melhor não falar, se não ia maltratar a malta que fez as nomeações. Mas verdade seja dita: a Emmy é mais bonita que a Anna e melhor actriz. Mas pronto…

OUTSTANDING ACTOR IN A DRAMA

Steve Buscemi, Boardwalk Empire
Kyle Chandler, Friday Night Lights
Michael C. Hall, Dexter
Jon Hamm, Mad Men
Hugh Laurie, House
Timothy Olyphant, Justified

Primeiro: Timothy Olyphant. E a categoria estava ganha. De resto, são nomes de peso. Difícil tirar um. Jon Hamm acho que continua a ser um pouco carregado por o que é Mad Men, Hugh Laurie não vi mas também não foi mau, com certeza. Michael C. Hall devia ser castigado pelo ano de Dexter, mas ele não tem grande culpa. Game of Thrones não teve um actor que merece-se entrar nesta categoria. The Good Wife tem actor para esta categoria? Lights Out? Talvez, mas não houve um brilhante. Men of a Certain Age? Nah… Só se fosse Shameless. Mas numa lista tão forte, não sei se entrava. Talvez a única coisa que não tenha a criticar.

PS: fora o Hugh, que está num procedural, o resto da malta vem de dramas “puros”, digamos. E assim ficaram actores como Tim Roth ou Simon Baker mais longe das nomeações. Não vi o ano de ambos, mas pelo que demonstraram no passado, não pode ter sido um descalabro.

OUTSTANDING SUPPORTING ACTOR IN A DRAMA

Peter Dinklage, Game of Thrones
Josh Charles, The Good Wife
Alan Cumming, The Good Wife
Walton Goggins, Justified
John Slattery, Mad Men
Andre Braugher, Men of a Certain Age

Andre Braugher merece? Merece sim senhor, nem que seja por Men of a Certain Age merecer uma nomeação. Mas sim. Merece. E, de resto, acho que só John Slattery se afasta um pouco. Josh Charles merece, mas não é para vencer. Walton Goggins nem se pense em como merece esta nomeação. Dos que estão nomeados, é para mim o melhor. Talvez o John Noble merecia cá estar. Mas, sinceramente, achei este ano inferior ao passado. O inimigo de “Walter cabelo despenteado, amigo de uma vaca” é uma personagem que pede ao actor bastante mas, que para mim, não passa muito. Talvez seja sinal de melhor trabalho do John, mas era difícil escolha. Se compararmos com Andre Braugher, talvez ache que era mais merecido o John. Mas para o ano deverá estar nomeado, não se preocupem.

OUTSTANDING SUPPORTING ACTRESS IN A DRAMA

Kelly Macdonald, Boardwalk Empire
Archie Panjabi, The Good Wife
Christine Baranski, The Good Wife
Margo Martindale, Justified
Michelle Forbes, The Killing
Christina Hendricks, Mad Men

A última desta primeira parte. Ver Christine Baranski é engraçado, mas este prémio tem de ir para a Margo Martindale. Primeiro ponto. Quanto ao que falta, não vejo muito melhor elenco. Game of Thrones não roubaria lugar a nenhuma das que por aqui está, House só se fosse a Lisa Edelstein, e mesmo assim não se pode dizer que seja uma injustiça muito grande, Men of a Certain Age não tem grande actriz de drama, talvez Parenthood, mas como não vi o ano da série não posso falar, e, se quisessem dar uma surpresa a AMC, nomear uma de Rubicon ou The Walking Dead. Mas a lista está bem fechada este ano. E vai ser renhido, seguramente.

No fundo no fundo, acho que os nomeados deste ano não estejam assim tão mau. Em drama…em comédia é outro assunto. Amanhã disseco-a, ok?

Anúncios

2 thoughts on “Emmy’s 2011 – É moderada merda ye’s 2011 – Drama

  1. Para a mim, a minha maior felicidade foi a guest star, (que não falaste aí) do shameless ❤ De resto, achei normal as nomeações. O meu voto seria para tudo o que é The Good Wife, e Michelle Forbes, The Killing ❤ De qualquer das maneiras, acho que há mesmo falha de Parenthood ser alguma vez reconhecido. Eu não vejo Fringe, mas sei que o John Noble merecia uma nomeação.

    Quanto às comédias, eu concordei com muitos (Modern Family, Raising Hope, <3) mas Glee assusta-me, ainda mais este ano, ter sido nomeado. FAIL.

  2. Concordo com o Amadeu Mendes. O meu voto também seria para tudo o que é The Good Wife. E a Michelle Forbes em The Killing (óptima série) também merece.
    Como são poucas as que vejo, só posso dizer isto. 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s