(Quase) Tudo o que precisas de saber desta temporada – Well Fernandes

Agradecendo a oportunidade dada pelo excelentíssimo António Guerra, retorno para expressar minha opinião sobre essa fraquíssima temporada que tivemos. Sempre há algo a destacar porém tenho que ressaltar que esta foi uma das piores temporadas que já acompanhei, principalmente nos canais abertos e em suas estréias, já exatamente o contrário aconteceu com as canais fechados americanos pois tivemos grandes estréias e o retorno de séries renomadas a serem fracos e sem conteúdo.

Sem mais demora lhes apresento o melhor e o pior desta temporada na minha humilde opinião:

Os melhores

Com um humor afiadíssimo, um elenco excelente e um roteiro muito bem escrito Shameless entra facilmente em qualquer lista da melhores séries atuais, foram doze episódios focados na problemática família Gallagher, todos os seus dilemas e problemas foram postos a prova trazendo ao telespectador muito drama e vários momentos onde o certo e o errado eram questionados. Além disso a série soube mostrar os problemas que uma família de classe baixa americana sofre e soube criticar de uma forma humorada o sistema de vida americano. Uma série imperdível com uma temporada de estréia excelente.

Sem duvida alguma foi a melhor série de canal aberto e ainda assim teve que batalhar intensamente para conseguir a renovação para uma quarta temporada. Fringe, durante todo o terceiro ano a série foi intensa e enigmática, um roteiro absurdamente inteligente deixava meus neurônios fervendo após o término de cada episódio, um roteiro que tomou coragem e seguiu por caminhos desconhecidos deixando-me confuso e perdido com seus enigmas e suas revelações. E como adorei ficar confuso e perdido durante toda essa temporada.

Apesar de ainda não ter assistido o último episódio da sua temporada e não ter lido aos livros que lhe deram origem a decisão de colocar Game of Thrones entre as três melhores séries da temporada é inquestionável. Poucas séries conseguem me transmitir a ótima sensação que Game of Thrones me traz, é um roteiro intrigante e espetacular que mistura mitologia e jogos de poder, mistura amor, lealdade, traição de uma forma que poucas séries conseguem e toda a sua direção é de dar inveja a muitos filmes de Hollywood. Enfim uma das melhores estréias, se não a melhor, do ano.

Vale ressaltar

  • The Vampire Diaries
  • Nikita
  • The Walking Dead

Os piores

A premissa era interessante e o piloto conseguiu ser até legal porém com o decorrer dos episódios The Event mostrou que seu roteiro possui furos inexplicáveis e uma boa dose de estupidez. Se não bastasse apenas o roteiro ser fraco tivemos atuações limitadíssimas e efeitos visuais toscos. Apesar desses pequenos problemas a série conseguiu apresentar alguns episódios interessantes que demonstravam o potencial que a série poderia ter caso estivesse nas mãos corretas porém nem isso foi o suficiente para salvar sua temporada. Cancelada justamente.

Eu já sabia que a sexta temporada não seria boa porém não esperava que a qualidade despencaria da maneira que despencou, foram episódios arrastados e entediantes, tramas fracas e o roteiro não possuía o tom sombrio e cômico de tempos atrás. Apesar de uma pequena melhora em sua reta final Supernatural não conseguiu convencer esse ano e apesar da minha devoção a série é justo colocá-la entre as piores do ano.

Gossip Girl marca presença nas piores séries do ano e ainda me pergunto por qual razão ainda estou a assistir a série que apenas conseguiu ser boazinha em sua primeira temporada. Tivemos mais uma temporada cheia de clichês, atuações fracas e aquela trama básica adolescente. Mas o pior foi a falta de coragem dos roteiristas em avançar com o único storyline interessante que a série tinha em tempos. Vamos ver qual caos a série nos trará na próxima temporada.

As Surpresas

Ninguém apostava muito nesse remake da The CW e muito menos que iria possui a qualidade que teve. A primeira temporada de Nikita foi um sopro de ar fresco no meio de tantas estréias ruins, os episódios foram bem escritos e o tom sombrio do roteiro fez muitos esquecer que estavam por acompanhar uma série do canal adolescente. Nikita é a melhor estréia de canal aberto que essa temporada nos trouxe e espero ansiosamente pelo seu retorno em setembro.

V surpreendeu a todos durante a Mid Season com uma qualidade excepcional. Apesar do inicio fraco essa segunda temporada de V tomou proporções enormes e deixou-me com o coração apertado em vários episódios. É, para mim, o cancelamento mais injusto da temporada pois a série realmente fez por merecer uma terceira temporada, principalmente após aquele fantástico final.

Não sou fã de reality shows mas The Voice me fisgou de um jeito que não vejo a hora de assistir o próximo episódio. O reality é bem dinâmico, inteligente e toda a sua equipe faz um trabalho muito bem feito conseguindo assim ser a única salvação da NBC para a temporada. Os participantes são carismáticos e os jurados superaram expectativas com seus trabalhos.

As Desilusões

Não sei se eram minhas expectativas que estavam muito altas ou se a temporada foi realmente irregular, eu tinha tantas esperanças para essa quinta temporada de Dexter que me senti frustrado quando os roteiristas não tiveram coragem de tornar toda a história mais interessante. A história tinha muito potencial e foi totalmente desperdiçado, havia tantas possibilidades em jogo e os roteiristas resolveram ir pelas mais fáceis deixando-me completamente furioso. Espero que a sexta temporada seja realmente uma volta a origens ou a situação irá complicar para o nosso serial killer favorito.

Um nome me chamou atenção nesse novo drama judicial, Kathy Bates, e apenas sua presença como protagonista fez minhas expectativas com a série serem altas porém o que encontrei foi um drama fajuto com personagens caricatos demais. Ainda existe esperança para a Harry’s Law, principalmente com a notícia de que os dois personagens mais chatos não irão retornar para a próxima temporada e espero que a série consiga, ao menos, me satisfazer mais na próxima temporada do que nessa.

Grey’s Anatomy já não é a mesma série há algum tempo porém após a espetacular Season Finale do ano passado me animei para acompanhar essa sétima temporada e tive uma pequena decepção. Nada de grande ou relevante aconteceu durante essa temporada, ao invés disso tivemos um episódio musical questionável e muitos dramas entediantes. Realmente espero que a próxima temporada seja a última, assim como a de House, pois já não vejo por onde podemos andar por mais tempo.

As Despedidas

Um piloto completamente envolvente, um segundo episódio interessante e o maldito cancelamento prematuro de uma das séries mais promissoras da TV aberta. Lone Star trazia um roteiro espetacular com inúmeras possibilidades e um protagonista carismático que apenas ajudou a série que foi injustiçada pelo público americano. Até o presidente da Fox lamentou o seu cancelamento…

Como já citei V acima decidi dar espaço a outra série que teve a sua despedida adianta, No Ordinary Family pode ter começado sua temporada de uma forma não tão positiva porém a série soube envolver o telespectador nos seus últimos episódios e soube criar alguma tensão e manter um roteiro interessando. E assim com V a série ficou sem um final mas não posso negar que a finada segunda temporada iria trazer uma premissa bem interessante. Afinal qual seria o poder de George?

Finalmente, após dez anos de espera, presenciamos a transformação final do Superboy em Superman. Por mais que a jornada tenha desviado de seu curso algumas vezes o final foi completamente satisfatório e dentro dos padrões da série. Apesar de eu ter achado a temporada bem fraquinha em relação a anterior a sensação de nostalgia tomou conta e perdoei seus pequenos deslizes. Descanse em paz Smallville e saiba que querendo, ou não, conseguiu marcar toda uma geração.

E finalmente chegamos ao fim do meu pequeno resumo da temporada com a esperança de que a temporada que está por vir seja muito melhor…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s