E Tudo o Tempo Levou: John Doe

Joe Doe nasce com um argumento original e cativante e com todos os ingredientes para dar certo a junção audiências | FOX assassina o que poderia facilmente ser mais uma grande série a passar na TV!

‘I woke up in an island off the coast of Seattle. I didn’t know how I got there … or who I was. But I did seem to know everything else. There were things about me I didn’t understand … the brand, being colorblind, extreme claustrophobia. And while my gifts provided answers for others, I still search for my own. My name is John Doe.

John Doe foi uma série dramática criada por Brandon CampMike Thompson, apresentada pela FO

X em 2002 num total de 21 episódios, sendo o primeiro grande trabalho de Dominic Purcell.

Desde inicio a série apresenta-nos ‘John Doe’, um ‘Zé Ninguém’ que acorda totalmente nu, numa pequena ilha algures perto da costa de Seatle sem qualquer lembrança da sua vida presente ou passada. É resgatado em pleno mar por um grupo de pescadores asiáticos e que misteriosamente começa a falar sua língua.

Mais tarde, é encontrado pela policia que tenta ajuda-lo a descobrir as suas origens e toda a sua fonte de conhecimento, um conhecimento capaz de lhe permitir falar qualquer língua, resolver problemas científicos de elevada complexidade,

ter uma percepção fora do normal relativamente sobre qualquer assunto e/ou pessoa. Além disso, ainda possuía a característica de ver o mundo a preto e branco, enquanto as suas ‘recordações’ eram vistas a cores.

Todos os episódios eram fechados pois cada um tinha o seu caso, onde John Doe usava a sua inteligência em casos policiais. Ao mesmo tempo que a policia lhe auxiliava, este retribuía ajudando-os a resolver os mais diversos casos.

Tal como toda a boa série, esta teve um bom argumento, uma mitologia cativante e até difícil de entender, personagens interessantes, drama e muitos mistérios e segredos. Uma série portanto que apenas não progrediu o seu caminho por mais tempo devido novamente ao ‘fast-food’ americano e o ‘fetiche’ da FOX por cancelar séries de TV.

Durante toda a série esta foi a grande questão, quem era afinal John Doe?

Episódio após episódio, foi descobrindo que uma organização estava por trás do seu desaparecimento, uma organização chamada Phoenix que fazia experiencias com pessoas. Pouco se soube sobre a mesma a não ser que observava todos os movimentos de Doe, os seus espiões estavam estrategicamente bem colocados para seguir todos os seus passos.

Após o cancelamento os produtores deram algumas explicações aos fans sobre a organização Phoenix e o que tinham feito a John Doe:

After the show was cancelled, one of its producers revealed the secret of the main character’s true identity in an interview with TV Guide: the Phoenix Organization, he said, was a group conducting research into near-death experiences. They believed that the sum total of knowledge in the universe would be conferred upon them at the moment of death, so they killed John and brought him back to life in order to gain access to that knowledge.

Em suma, o que fica é uma série, mais uma, que tinha tudo o que precisava para se tornar num grande sucesso da TV, mas os norte-americanos assim não o entenderam. Acima de tudo, um personagem cativante, misterioso, de uma inteligência surreal e de fácil identificação com o espectador. Não só fica um grande personagem como uma grande série com um belíssimo argumento original e refrescante.

John Doe foi portanto uma série à Benjamin Button, uma série que nasceu adulta e com tudo, mas que morreu nova e sem nada para contar, uma série com um grande personagem vivido por Dominic Purcell, o eterno Lincoln Burrows de Prison Break.

Se vale a pena ver? Por estas razões sim, mas sem um final feliz para contar!

No próximo episódio…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s