Notas da Semana – Mid Season #1 – Parte I

Bem vindos à primeira tabela da Mid Season 2011. E o que é que temos por cá? Better With You cancelada… Desperate HousewivesFairly LegalJustified… Concordam com o que se diz ou nem por isso?

Californication (4.04) – Um episódio bastante engraçado. Neste episódio apesar de não se ter dado muito espaço ao progresso da narrativa, conseguiu divertir e bem. No entanto, tivemos a notícia da gravidez da mulher de Charlie que vem um bocado deslocada da situação, nem vejo uma situação positiva para a série. Veremos…

Californication (4.05) – Neste episódio sim, conseguiu-se conciliar melhor a comédia com o drama em si. Muito bem mesmo. Mia com uma crise existencial e Hank a salvá-la; Charlie a cortar-se enquanto se depila é hilariante (ele sempre teve azar quando se dedica a algo novo na sua sexualidade…lembram-se?); Becca continua muito magoada com o pai, e insulta-o com muita frieza. Hank parece que não aprende. Voltou a auto-medicar-se e completamente drogado, deixa-se fotografar na cama com Mia e Mia-fake (actriz). Um óptimo episódio.

Cougar Town (2.14) – Só por ser um episódio dedicado ao dia de S.Valentim, a nota cai um pouco. Mas fora isso, foi o melhor episódio da série em que reflectimos sobre o que é sermos nós mesmos e o que temos de tão especial que nos caracteriza. É certo que podemos mudar mas a mudança é assim tão fácil? É com esta pergunta que Cougar Town se despede, por agora. Mas dia 13 de Abril está de volta. Estou ansioso!

Chuck (4.14) – Chuck regressa às origens, com um episódio divertido, e isso faz toda a diferença. Gostei de ver a série, gostei de ver os momentos divertidos, gostei de ver um Chuck descomprometido com um arco. Aproveitemos aquilo que espero ser os momentos finais da série…

Community (2.14) – Episódio temático com boas piadas. Não teve aquele envolvimento que a série costuma dar, mas mesmo assim muito bom.

Community (2.15) – Episódio também interessante, com bons momentos e com um final interessante. Agora falta ver se é aproveitado no próximo episódio.

Fairly Legal (1.03) – Um episódio de luta. Um episódio que mudou a vida de muitos. Um episódio interessante. Entreteve, mais uma vez. Nada mais. Fairly Legal apoia-se, unicamente, nos casos semanais aproveitando para passar, ao de leve, pela vida de Kate. É a terceira vez que peço mais alguma coisa que me ponha a pensar, a semana inteira, nesta série.

Friday Night Lights (5.13) – Não é perfeito, mas pode dizer que foi das poucas séries pela qual verti uma lágrima. Friday Night Lights despede-se num episódio que fecha várias narrativas, coze com as linhas da série as histórias e, depois, com uma imagem final fantástica. Como sempre disseram “

Fringe (3.12) – O regresso dos casos. Deu para ver a Anna Torv de vestido, que é sempre uma beleza. O caso demonstrou uma falha de Fringe: quando for preciso, há sempre um segredo do passado de Walter para resolver.

Grey’s Anatomy (7.11) – Confesso que tive que rever o episódio para conseguir ver aspectos positivos nele. Ao ver pela primeira vez achei-o fraco. Ao rever, achei-o bonzinho. Pelo que eu tenho lido, grande parte adorou. Eu não vi um grande fascínio. As ideias estão muito gastas em Grey’s. Continuam a haver as historinhas que já não colam. Aliás, não há nenhuma sub-história na série que me consiga prender neste momento, à excepção do tema Alzheirmer (que será para arrastar pelo menos mais uma temporada).

A notícia da renovação da série pode ser proveitosa ou não. É esperar para ver.

How I Met Your Mother (6.15) – Regresso à comédia pura e dura, com Katy Perry. Mas, no fundo, HIMYM continua a compor a sua narrativa, com a senhora Jennifer a ter a sua presença garantida nos próximos episódios. Está na hora de revelar a mãe…esperemos que seja ela.

Human Target (2.12) – Foi melhor que anterior, mas mesmo assim continua a divertir pouco. E para uma série que essa é a principal função, é uma pena.

Grey’s Anatomy (7.12) – Uma notícia vem abalar Seattle Grace e destruir mais umas quantas relações. Será que algo tão cliché pode trazer coisas boas? Eu duvido…

Grey’s Anatomy (7.13) – Num episódio dedicado ao Twitter, demorei a conseguir ver algo positivo nessa ligação com um tema médico. Apesar de não ter achado grande piada, deu origem à melhor piada da temporada (sabem do que falo?). E ao contrário do que disse no episódio passado, parece que a notícia da gravidez veio mesmo a calhar ao casal lésbico. A Lexie é que parece não achar o mesmo…

Desperate Housewives (7.01-13) – Nesta primeira parte da temporada já se pode tirar algumas conclusões acerca do que é, e o que pode vir a ser esta temporada. Melhor que as duas últimas, esta começou com o regresso de Paul. Apesar de não ter achado muita graça ao início, tem-se revelado uma mais-valia. Para já, o caso que mais me tem agradado é o caso Grace/Gabbie, foi uma óptima jogada dos produtores da série. Não julgava era que chegasse a um estado de loucura da ex-modelo. A Susan já nos proporcionou uns bons momentos com o seu emprego como empregada de limpeza, e depois de Lynette, é ela a ter um grave problema de saúde. E por falar em Lynette, é necessário referir a nova Desperate, sua amiga de longa data, que veio abalar um pouco as boas relações que já existiam… Temos ainda Bree, que, com namorado novo, tem alterado a sua personalidade exímia, para dar lugar a uma mulher mais descontraída e divertida. Não posso terminar este conjunto de reviews sem falar do episódio 10: dos melhores episódios desde há muito tempo, melhor que alguns finais de temporada; incrível como conseguiram juntar tanta carga dramática num só episódio, onde tudo funcionou numa tensão só vista uma vez anteriormente nesta série.

Num balanço geral, tem sido uma excelente temporada.

House (7.09-10) – Tem-se continuado a assistir à aproximação de House com a filha de Cuddy. Para mim, tem sido o motor e o núcleo da série. Os casos médicos foram relativamente interessantes. Tem sido a típica temporada arrastada e monótona de house.

Justified (2.01) – Justified regressa, com um caso interessante mas, para além disso, a abrir calmamente o jogo da temporada. Veremos o que virá aí.

Anúncios

One thought on “Notas da Semana – Mid Season #1 – Parte I

  1. Foi perfeito sim senhora, como só FNL saberia fazer. Vão deixar muitas saudades certamente. Quanto a Grey’s nestes ultimos episódio tem andado um pouco mais apagada veremos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s