Notas da Semana – Fall Season #10 – Parte II

Aqui está a segunda parte. Aqui poucas novidades, com reviews de Human Target, Lost Girl, Mike & Molly e Nikita, por exemplo. Que acham?

Human Target (2.02) – Ilda é claramente a pior escolha para entrar em HT. Percebo a entrada de Ames, dando algo feminino a uma série importante para uma série com carácter tão masculino. Mas Ilda para a narrativa, é um lado não necessário a HT, o lado moral. HT é para divertir e não para pensar. E Ilda tira parte do divertimento.

Human Target (2.03) – Viagem ao passado de Ames, com um caso muito movimentado. Cheio de acção, explosões e tiros. É isto que é HT. É isto que gosto em HT. Muito bom…

Lost Girl (1.08) – Raiva e medo são os motes deste episódio. Bo lida com um Dark Fae que para além de poderoso pode ter informações importantíssimas quanto à mãe de Bo.

Lost Girl (1.09) – Num episódio mais fraco que o anterior, Bo lida com um caso de gémeos e com a previsão da morte de um deles. Um ritual sagrado é realizado, pela primeira vez, com sucesso. Depois de poucos momentos de tensão, Lost Girl teve mais um episódio. Mais um. Começo a fartar-me destes, devo dizer.

Lost Girl (1.10) – Uma nova Succubus chega à cidade e Bo não perde tempo em explorar todas as suas características enquanto ser sobrenatural. Arriscou, dinamizou, solidificou a sua presença. Assim é que eu gosto de Lost Girl.

Mike & Molly (1.10) . Mais um episódio dedicado ao Thank’s Giving, com todos os clichés relacionados com o peru, que se quima, ou que se estraga, etc. Tem, porém, partes bastante engraçadas que compensam.

Modern Family (2.09) – Mais um episódio bom. Assim se resume a temporada…boa. E unicamente isso.

Nikita (1.08) – O episódio mais fraco da temporada onde pouco ou nada se passou. Um típico episódio para encher chouriços. Fora alguma tensão e algumas cenas de acção bem construídas, foi mais um na pilha dos desperdícios.

Nikita (1.09) – A vida corre num sentido único. Nikita tentou dar-nos essa visão sobre Michael. Para ele, vingança é o único caminho de vida e não está disposto a abdicar da Division e por tudo aquilo que lutou por uma simples paixão.

Raising Hope (1.09) – Adorei o episódio. A chave do sucesso é, sem dúvida, a velhota. Se todos fossem assim…

Shit! My Dad Says (1.08) – Ed lida com a homossexualidade. Episódio interessante, consistente, muito cómico e com piadas à CBS. Uma série com potencial que, a cada semana que passa, me deixa mais curioso sobre o que passará a seguir.

Shit! My Dad Says (1.09) – Desejo que a série continue tão boa ou melhor quanto mostrou nestes dois últimos episódios. Uma comédia com toques dramáticos que só servem para deixar a história e a evolução das personagens cada vez mais vincada. Desta vez, Vince desejou. Ed cumpriu.

The Event (1.10) – Muita imaturidade no guião, muitas falhas, aliados à má prestação da actriz que interpreta Leila, juntam-se para anunciar a morte prematura de The Event. A série entra agora em hiatus e volta em Março de 2011.

The Good Guys (1.18) – Tem descido de nível a temporada, mas mesmo assim continua muito boa. TGG vai para o cancelamento, mas vai com a consciência tranquila.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s