Factos Audimétricos #1

Inicio, esta semana, uma rubrica relacionada com as audiências das séries que, por lá, fazem furor. Bom, pensando bem, nem todas o fazem mas andam nas bocas do mundo ou porque tem este ou aquele actor/actriz ou porque sofreu uma enorme queda a nível de valores de semana para semana.

Quanto ao canal The CW, The Vampire Diaries consegue ser, ainda, a série sensação do canal chegando, muito facilmente, aos três milhões de espectadores semanais. O episódio da semana passada foi o mais visto de toda esta nova temporada, tendo registado 3.58 milhões de espectadores. Quem também sofreu um acréscimo nas audiências foi Smallville e Supernatural que continuam a fazer parte do bloco de sexta e a chegar aos quase, 2.5 milhões de espectadores. É de notar que no passado dia 15 de Outubro de 2010, Smallville chegou ao primeiro lugar no horário, ultrapassando Medium, da CBS, em rating na classe 18-49. Por último, refiro, ainda, o flop de audiências que tem sido Life Unexpected (e, obviamente, não estou a considerar a sua qualidade enquanto produto televisivo). Atingiu, no passado dia 19 um novo mínimo da série chegando ao milhão e meio de espectadores.

Partindo para a NBC, é Parenthood, The Event e Undercovers que surgem na lista. A primeira não tem vindo a descer desde a estreia da segunda temporada tendo estabilizado, desde há 3 semanas para cá, numa fasquia inferior a 5 milhões de espectadores. A segunda perdeu já 6 milhões de espectadores face à sua estreia, descendo a cada semana que passa. Quanto à terceira, a vida não tem sido fácil; uma série light e interessante que, à quinta semana, está já abaixo da fasquia dos 6 milhões de espectadores.

Partindo para a FOX, quem surge é Lone Star, já cancelada e Lie To Me. Pelo que pude concluir, uma série assim tão complexa não devia ter estreado em canal aberto. Seria de esperar que, nem chegando aos 5 milhões de espectadores, a série sobrevivesse. Já Lie To Me tem feito uma performance demasiado pobre. Atingindo os mínimos da série, no passado dia 25 nem passou dos 5 milhões de espectadores.

Na ABC, a vida tem sorrido para Modern Family que, embora esteja a ter um opening de temporada um pouco diferente daquilo que nos habituou na temporada passada, não deixa de vencer a noite de quarta, tendo atingido ontem, os 13 milhões de espectadores. Cougar Town tem conseguido manter-se estável, surpreendentemente, chegando quase aos 8 milhões de espectadores que, na temporada passada, era uma fasquia inexistente. The Whole Truth, já cancelada, foi um completo flop. Qualidade alta e audiências baixas são duas variáveis de uma equação que mostrou ter uma solução real desde a sua estreia. My Generation, já cancelada, foi completamente abandonada pelos espectadores aquando do seu segundo episódio que foi visto por pouco mais de 4 milhões de espectadores, valores “inadmissíveis” para os padrões da ABC.

Por último, é a CBS quem surge no sistema. The Big Bang Theory está num novo horário mas conseguiu dominá-lo, rapidamente chegando quase aos 13 milhões de espectadores destruindo, por completo, Community da NBC. Bleep My Dad Says, que não foi muito aclamada pela crítica, começou com episódios menos bons e revela já, à quinta semana, maturidade e tal foi agraciado com os bons resultados que tem tido, após Theory retendo, do lead-in, pouco mais de 11 milhões de espectadores. Quanto a CSI: NY que passou, esta temporada, para as sextas, tem conseguido safar-se agarrando, ao ecrã, perto de 10 milhões de espectadores. Blue Bloods, que lhe segue, já estabilizou nos 11 milhões. Por último, falo de CSI: Miami que, esta temporada passou para o domingo. Embora esteja a fazer bem melhor que Cold Case, os resultados são mais fracos face aos que fazia às segundas-feiras.

Quero, ainda, fazer referência aos bons números que Dexter tem feito ao longo deste seu quinto ano. O episódio de domingo, dia 24, foi visto por quase 2 milhões de espectadores, uma vitória para um canal Cabo que pouca gente pode usufruir.

Depois de me deparar com estes valores pergunto-me se o público americano gosta tanto de ver sempre a mesma coisa… Não é por nada que séries como FlashForward ou The Event têm, praticamente, o mesmo comportamento de semana para semana, a nível de valores. Será que a fuga para o mais simples, o mais comum, é a melhor maneira de agir quando estamos perante um produto televisivo que foge aos nossos padrões habituais?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s