Análise: Temporada 2010/2011: Expectativas (António Guerra) – Parte III

Não engonhando muito, fica já aqui a terceira e última parte da análise às expectativas que tenho sobre esta Fall Season que já começou. E abro logo com uma surpresa…espero que gostem.

Legenda

Vermelho – Vai dar uma volta…
Amarelo – Espera-se pouco
Azul – Pode ser jeitosa e ter boas pernas, mas falta uma cara decente
Verde – Boas pernas, bom corpo…segue sem dúvidas

Domingo é dia de descanso. Mas volta a mais esperada série deste gajo que vós escreve. Dexter vem de um final absolutamente fantástico e que deixa bastante a desejar para este ano. O medo de a maior parte das pessoas é que a série baixe o ritmo e que tenha um ano muito inferior ao que passou. Eu não me acredito nisso. Acredito, sim, que o ano não será tão bom. Ou melhor…isso é uma possibilidade. Mas muito pior é algo que Dexter não nos deverá dar. A série tem a personagem sempre em construção e aprendeu com os erros da terceira temporada. Para além disso Dexter tem, com o gancho final, uma forma de abordar outra face da personagem principal. Dexter, como personagem, vai crescer. E a série crescerá com ela…é, no fundo, uma aposta segura.

O mesmo não posso dizer de Bored to Death, série que teve um primeiro ano muito sofrível e não deverá melhorar. Não deverá porque não tem qualidade para isso, não tem uma personagem que dê o “one man show” cada vez mais necessário em comédias. No fundo, é uma série cansativa e que, claramente, não entra na lista.

Mas agora vem a surpresa do texto. The Amazing Race aparece aqui não sabe como, mas cá está. Eu não sou grande apreciador de reality shows. Posso ver um de vez em quando, mas não acompanho regularmente. Mas, e como por vezes sinto falta de algo que me distraia, decidi este ano tentar seguir The Amazing Race. Primeiro porque, entre todos os reality shows, parece aquele que melhor se enquadra nos meus gostos. Depois porque permite passar 45 minutos descontraídos. Claro que o reality é apenas um escape e, talvez, nem entre nas contas da temporada. Servirá para distracção, quando precisar. E é por isso que tem a cor vermelha. É que parto com 0 expectativas sobre o mesmo. Espero que me divirta, que me faça escapar de tanta série. Mas, se não conseguir, não vem nenhum mal ao mundo.

Quem aparece aqui também à espera de uma oportunidade é No Ordinary Family. Seguindo uma linha muito heróica, a série parece ser boa mas pouco mais que isso. E, por isso, só entrará nas contas se o ano estiver muito mal. Está em lista de espera…talvez no verão, se as críticas forem positivas, entra nas contas. Veremos…

Quem não está, com certeza, em lista de espera é The Good Wife. A série teve um primeiro ano muito sólido, demonstrando excelentes episódios com um arco interessantíssimo, o que me fez apaixonar pela mesma. O problema é que, com o corte do número de séries, é daquelas que está na corda bamba. Se My Generation se portar bem, The Good Wife poderá ter que sair. Depende de como também começar. Mas, por agora, e com um final daquelas, as expectativas são algo elevadas. Vamos ver se correspondem à verdade.

Uma que nem entra nas contas é Law & Order: Los Angeles, que por ser procedural pode passar a frente. E encontramos, logo à frente, Human Target que foi, para mim, uma das séries que me deu mais prazer a ver na temporada passada. Tendo um clima com muita acção, HT é daquelas séries que se sabe que se vai passar 45 minutos bem passados. Para além disso a série conseguiu trabalhar muito bem um arco. Claro que existem algumas dúvidas, como o surgimento de uma personagem feminina, mas eu confio. Não tive razões de queixas, por isso…

Quem está no seu último ano é Friday Night Lights. A série sobre futebol americano entra na correria final e promete um ano que deixará saudades. Após dois anos muito bons, após o primeiro excelente, esperemos que a série faça uma temporada fantástica para fechar tudo em grande. 13 episódios que deixarão saudades…esperemos que isso se concretize. Pelo menos um último ensaio é prometido.

Quem entra, com certeza, nas contas é The Walking Dead. A nova série da AMC promete um pouco menos que Boardwalk Empire mas, mesmo assim, é uma das promessas da temporada. O tema é muito interessante, ser da AMC ainda torna mais apetecível. The Walking Dead pode falar de mortos-vivos, mas vai andar mais vivo que o resto do pessoal. Aposta pessoal para a temporada, claramente.

Para fechar as contas, falta falar de duas séries. A primeira é o melhor procedural da actualidade, Lie to Me. A série conseguiu anos bem consistentes, para além de casos muito bem construídos. Assim sendo deveria ter pelo menos o azul. Não tem porque, apesar do papelão do Tim Roth, a série não tem algo que me prenda, algo que acontece em Bones e, por vezes, em Castle. Falta um casal…Lie to Me é excelente? É. Mas não me cativa tanto como as duas restantes. Por isso também fica em lista de espera até ao verão.

Quem não fica em lista de espera é a desconhecida Men of a Certain Age, a última a entrar ao serviço mas que é uma série garantida na lista. Com uma primeira temporada muito interessante, a série vem para este segundo ano a respirar muito bem e com ideias muito boas que a poderão impulsionar mais. Men of a Certain Age é, no fundo, a outsider mais interessante desta lista. É uma série cheia de surpresas. Vamos ver se corresponde às expectativas. Eu aposto que sim…

E pronto. Depois de uma longa coluna, de vocês me aturarem bastante, acaba as minhas previsões. Que acharam? Mudavam alguma coisa? Fico à espera da vossa opinião. O que também fico à espera é que amanhã venham visitar o post do Filipe Brígida, um estreante no IP mas que escreve no Portal. Até lá…

PS: Um agradecimento enorme ao Ricardo Lima que reviu estas quase 3300 palavras. Um trabalhão…

4 thoughts on “Análise: Temporada 2010/2011: Expectativas (António Guerra) – Parte III

  1. Essas 3300 palavras corrigidas pelo santo Ricardo Lima.

    Aqui a unica coisa que venho a acrescentar:

    ODE ao querido Ags q me encaminhou ao mais saudoso e prazeroso caminho de viceros, cerebros a cair e sangue, muito sangue.
    DEXTER MORGAN, vc é parte de minha rotina.

    Ps: Irei te largar agoras nas palavras, pois meu dvd espera com o 4.01.

    Ah nem preciso parabenizar pela “Saga Expectativa” aqui no IP né.
    Congrats kiddo

  2. Sobre Dexter o meu receio é precisamente esse, que a temporada nao consiga a excelencia que conseguiu no 4º ano.. sinceramente nao sei se sera possivel manter uma fasquia tao elavada e tao intensa como esta que passou mas vamos ver.. muito muito ansioso pelo regresso de Dexter.
    A outra é Walking Dead que pelo que se ja viu (e sendo da AMC, conta sempre) promete ser uma muito boa serie este ano.
    Ca esperamos…🙂

  3. Como fiquei apaixonado por Big Brother US (da CBS), quero acompanhar um reality da CBS. Survivor ou Amazing Race estão na lista. Qual me cativará?

    Good Wife, excelente. Sem mais por dizer, acompanhá-la-ei de corpo e alma porque cativar-me da forma como me cativou a primeira temporada, merece muito.

    Walking Dead será uma excelente aposta. Durante 6 semanas, teremos mortos-vivos que não largarão o ecrã por nada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s